skip to Main Content

Você não está atrasado, você não está adiantado, você está bem na hora

Você não está atrasado, você não está adiantado, você está bem na hora

Talvez você precise ler isso hoje, talvez não.
Tentei sem sucesso descobrir o autor original, encontrei diferentes versões, mas eu acredito que é algo com o qual todos nós podemos nos identificar, então aqui vai:
Nova York está três horas à frente da Califórnia, mas isso não significa que a Califórnia seja lenta, ou que Nova York seja rápida. Ambas estão trabalhando com base em seu próprio ‘fuso horário’.
Alguém ainda é solteiro. Alguém se casou e ‘esperou’ 10 anos antes de ter um filho, há outro que teve um bebê no primeiro ano de casamento.
Alguém se formou aos 22 anos, mas esperou 5 anos antes de conseguir um bom emprego, e há outro que se formou aos 27 anos e conseguiu um emprego imediatamente.
Alguém se tornou CEO aos 25 anos e morreu aos 50 anos, enquanto outro se tornou CEO aos 50 anos e viveu até os 90 anos.
Todo mundo trabalha com base em seu próprio ‘fuso horário’. As pessoas podem fazer as coisas funcionarem apenas de acordo com seu ritmo. Trabalhe no teu ‘fuso horário’. 
Teus colegas, amigos, os mais jovens podem ‘parecer’ ir à tua frente. Pode ser que alguns possam ‘parecer’ estar para trás de você.
Não os inveje ou zombe deles, é o ‘fuso horário’ deles. Você está no teu.
Espere, seja forte, e permaneça fiel a você mesmo. Todas as coisas cooperarão para o teu bem. Você não está atrasado. Você não está adiantado. Você está bem na hora. Você está no teu ‘fuso horário’.
No artigo “50 pessoas famosas que falharam em sua primeira tentativa de sucesso na carreira”, vemos alguns exemplos conhecidos surpreendentes. Um dos mais interessantes é  Albert Einstein, considerado mentalmente deficiente, lento e anti-social por seus professores e pais, já que ele não falou antes dos quatro anos e não leu até os 7 anos. Acho que ele se saiu muito bem no final, o que você acha?
Comecei a andar quando tinha 8 meses e meio de idade. De acordo com os rumores, eu estava de pé apoiada no sofá e, de repente, saí correndo, nem mesmo andando, e nunca mais parei depois daquele dia.
Eu encontrei minha alma gêmea quando eu tinha 20 anos. Um ano depois estávamos  morando juntos, e nos casamos quando eu tinha 26 anos. 15 anos sendo o extremos do que um workaholic pode ser, eu nunca senti que era o momento certo para ter um bebê, sempre foi o momento certo para trabalhar. Me tornei mãe aos 38 anos de idade e, sim, aquele acabou sendo o momento perfeito para mim. A propósito, tenho gêmeos, o que significa que ‘fiz’ dois bebês no tempo necessário para fazer um. Esse era o meu ‘fuso horário’, onde tudo era tão intenso e testado até os limites para obter o melhor dos nossos esforços, sempre.
Falando dos gêmeos, Leo e Carol, e sobre esse importante marco do bebê, começar a andar: Leo começou a andar na semana em que completaram 1 ano de idade, e Carol deu seu primeiro passo independente 6 semanas depois, apesar do mundo todo dizer que meninas começam a andar antes dos meninos, e sua própria mãe tendo o histórico de começar a andar antes de 9 meses. O mais importante é que tanto o Leo quanto a Carol pareciam muito confortáveis com seus próprios fusos horários, e também seus pais estávamos, para respeitar suas diferenças – e admirar a beleza disso.
Eu poderia listar pelo menos 100 coisas nas quais eu sou mais lenta do que outras pessoas. Melhorei algumas já, durante essas quatro décadas de aprendizado. Continuo em desenvolvimento, no meu ritmo, para ser melhor do que eu mesma, para mim mesma.
Compare-se com… você mesmo. Ou com aquele você que quer vir a ser. Não funcionou como você planejou? Recomece. Reinvente-se. Sempre é hora. É sempre a tua hora certa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top